Início > Sem categoria > GE anuncia possível sucessor do Blu-ray com 1TB de capacidade

GE anuncia possível sucessor do Blu-ray com 1TB de capacidade


Produto utiliza tecnologia holográfica e deverá chegar ao mercado consumidor em 4 anos.

Durante a EmTech, conferência de tecnologia do Massachusetts Institute of Technology (MIT), a General Eletric (GE) anunciou o desenvolvimento de uma nova mídia armazenamento de dados. Os novos discos poderão armazenar 1 TB e são baseados em holografia.

De acordo com o site The Inquirer, além da enorme capacidade, os novos discos holográficos têm um tempo de acesso bastante pequeno, na faixa de 3 milissegundos, e uma taxa de transferência cinco vezes mais rápida que um DVD.

Apesar do nome, os pontos individuais criados pelos novos discos, que se parecem muito com as mídias ópticas que estão hoje no mercado, criam padrões de interferência bem simples, e não as complexas imagens tridimensionas normalmente associadas a hologramas. O uso dessa tecnologia, pela sua precisão, permite uma densidade de dados astronômica se comparada aos padrões de mercado atuais. De fato, 1 TB equivale a 41 discos Blu-ray de 25 GB, ou a 218 DVDs de 4,7 GB, ou ainda a quase 1.500 CDs de 700 MB.

Os drives holográficos criados pela GE para gravar os novos discos funcionam separando um feixe de laser em dois, um raio de referência, sem perturbação, e um raio de sinalização, que codifica os dados. Os raios são então cruzados para produzir um padrão de interferência, que é armazenado.

De acordo com Peter Lorraine, representante da GE, a empresa queria aumentar a densidade de armazenamento sem sacrificar a compatibilidade com mídias mais antigas, por isso a opção pela tecnologia holográfica. CDs, DVDs e Blu-rays usam lasers para gravação e leitura, portanto não é difícil construir um drive holográfico que possa, também, manipulá-los. r“Os consumidores estão exaustos da troca constante de formatos. O Blu-ray tem apenas mais dois ou três anos de vida. Depois disso, as pessoas clamarão por mídias de armazenamento com capacidade em terabytes”, afirmou Lorraine.

A preocupação com o desenvolvimento de mídias de maior capacidade de armazenamento é justificada pela explosão de dados que vem ocorrendo. Ed Doller, da fabricante de memórias Numonyx e um dos participantes da conferência, citou o exemplo do efeito causado pelo lançamento do iPhone 3GS. Apesar de o aparelho mesmo ter uma pequena capacidade de memória, apenas algumas semanas depois do início de sua comercialização o número de vídeos postados no You Tube aumentou 400%, produzindo uma imensa quantidade de dados.

Embora a tecnologia holográfica não seja nova, sendo pesquisada há mais de 30 anos, nenhuma empresa havia conseguido lançar um produto economicamente viável. Os maiores entraves eram os custos, a necessidade de pequena tolerância e a sensibilidade às condições ambientes.

O anúncio feito pela GE é uma surpresa, já que a empresa tem uma participação insignificante no mercado de armazenamento de dados. No entanto, a companhia informa que apenas licenciará a tecnologia, ficando sua fabricação a cargo de outras empresas. “Em breve, faremos um anúncio sobre as licenças”, avisou Lorraine.

Segundo artigo do site Ars Technica, a GE prevê que tecnologia deva chegar ao mercado consumidor em aproximadamente quatro anos. Como a mídia pode ser reproduzida industrialmente, uma de suas possibilidades de uso é a distribuição de filmes de alta qualidade.

Categorias:Sem categoria Tags:
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: