Início > Sem categoria > maior embarcação da Armada Brasileira vai contar com sistemas de comunicação por satélite da Indra

maior embarcação da Armada Brasileira vai contar com sistemas de comunicação por satélite da Indra


O Ministério da Defesa brasileiro também adquiriu terminais para operar em sua rede de satélites SISCOMIS

. Por outro lado, dois submarinos U-212 e duas fragatas F-122 alemãs incorporarão equipamentos da companhia.

. O montante destes contratos supera 6 milhões de euros

A Indra, uma das principais multinacionais de Tecnologia da Informação da Europa e América Latina, implantará o sistema de comunicações por satélite no maior navio da Armada Brasileira, o porta-aviões São Paulo. Também entregará ao Ministério da Defesa do país, terminais terrestres para operar em sua rede de comunicações por satélite militar, SISCOMIS. Com estes contratos, a Indra reforça sua posição como um dos principais fornecedores destes sistemas para as Forças Armadas Brasileiras.

Por outro lado, a Indra dotará dois submarinos U-212 e duas fragatas F-122 da Armada Alemã com seus sistemas de comunicação. O importe global dos contratos firmados com ambos os países supera os 6 milhões de euros.

O sistema que a Indra implantará no porta-aviões São Paulo permitirá ao navio estabelecer um link de voz e dados de alta capacidade em banda SHF. Esta solução é similar às já fornecidas pela companhia para a Armada brasileira e que atualmente estão operando em diferentes fragatas e navios da frota.

Este tipo de equipamento tem demonstrado a sua confiabilidade e resistência a temperaturas e condições climáticas extremas, Por isso encontram-se instalados, por exemplo, no Ary Rongel, navio que presta serviço na Antártica.

Trata-se de tecnologia de ponta, que responde às exigências mais altas em comunicações militares navais e que a Indra tem implantado amplamente em navios da Armada Espanhola e Holandesa.

Além disso, a Indra entregará ao Ministério da Defesa Brasileiro, diferentes terminais terrestres. Em resumo, fornecerá terminais táticos de montagem rápida com grande capacidade de transmissão; sistemas tipo Manpack, que podem ser facilmente transportados por um soldado e montados em poucos minutos por duas pessoas, com alta capacidade; e terminais transportáveis de alta capacidade, que vão montados sobre um veículo.

A companhia vem colaborando com o Ministério da Defesa Brasileiro desde 2006 no desenvolvimento de sua rede de comunicações por satélites militares, SISCOMIS. Desde então, encarregou-se de colocar em operação elementos chaves da rede, tanto em terminais navais quanto terrestres, assim como o sistema ISMAS (Integrated X-Band Stations Management System) de gestão da rede.

Com estes contratos, a multinacional reforça sua posição internacional em tecnologias de comunicação via satélite, já que aos contratos mencionados, na Alemanha, Brasil e Holanda, podem-se somar as soluções entregues para França e Polônia, entre outros países.

Além disso, é a líder na Espanha nesta área, onde tornou-se a responsável, por exemplo, pela implantação da totalidade da rede SECOMSAT de comunicações por satélite militares do país e é a única fornecedora de terminais para rede de satélite da unidade militar de emergências (UME).

Sistemas para submarinos e fragatas alemãs
A Indra vai equipar dois submarinos U-212 da Armada Alemã com seu sistema de comunicações por satélite, que multiplica por mais de 10 vezes a capacidade de transmissão que até agora tinham os submarinos. Além disso, a companhia implantará em duas fragatas F-122 alemãs seus equipamentos.

Os dois submarinos da classe U-212 vão contar com um sistema capaz de transmitir via satélite voz e dados a profundidade de periscópio e a alta velocidade em banda X militar. Esta banda é reservada à satélites governamentais, o que garante uma maior disponibilidade das comunicações e confidencialidade frente as que oferecem redes comerciais.

Até agora, os poucos submergíveis que dispunham de possibilidade de transmissão em comunicações por satélite em banda X, o faziam em baixíssima velocidade. O grande salto da capacidade do sistema da Indra possibilita reduzir o tempo necessário para transmitir informação e receber ordens. Dessa forma, é possível permanecer menos tempo em superfície e aprimorar também a coordenação com o comando.

O novo sistema da Indra é a evolução melhorada dos que portam atualmente os S-70 espanhóis, os únicos submarinos no entorno da OTAN com alta capacidade de transmissão em banda X, o que os torna os mais capacitados para atuar como link com o centro de comando. A Indra implantará a nova versão deste sistema nos futuros submarinos S-80 que a Navantia está desenvolvendo para a Espanha.

Por sua vez, as Fragatas F-122 Bremen e Augsburg, portarão também sistemas de comunicações por satélite da INDRA, com alta capacidade de transmissão de voz e dados, também na mesma freqüência militar.

Indra no Brasil
A Indra este presente no Brasil desde 1996, conseguindo nestes anos uma sólida posição nos mercados de administração pública, telecomunicações, indústria e consumo, serviços financeiros e energia&utilities.

Entre os últimos projetos no país se destacam a modernização do sistema de atendimento ao cliente da CEMIG, o desenvolvimento em conjunto com a companhia de eletricidade Elektro de um novo sistema de gestão de distribuição, a gestão do tráfego metropolitano na cidade de Curitiba, a implementação de um sistema de pedágio no sul do país, e a implantação de sistemas de controle em terra do satélite Amazonas II, situado na órbita do Rio de Janeiro. São clientes da Indra no Brasil empresas como Eletronorte, Energisa, FEMSA, Gas Brasiliano, General Motors, GOL, Light, Petrobrás, TAM e Vivo.

No mercado de energia e utilities, a Indra se posiciona como referência, contribuindo com o conhecimento dos seus profissionais e tecnologia de vanguarda. No Brasil possui uma ampla cobertura, somando mais de 40 clientes.

Sobre a Indra
A Indra é uma das principias multinacionais de Tecnologias da Informação da Europa e América Latina. É a segunda companhia européia por capitalização em bolsa de seu setor e também a segunda empresa espanhola que mais investe em P&D. Em 2008 suas vendas alcançaram os 2.380M?. Conta com mais de 29.000 profissionais e com clientes em 94 países.

Categorias:Sem categoria Tags:
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: