Início > Sem categoria > Saiba como começou a Internet Brasileira

Saiba como começou a Internet Brasileira


Acesso à internet no Brasil começou nas universidades
Pesquisadores começaram a trocar mensagens eletrônicas usando apenas texto

A troca de dados a grandes distâncias deu seus primeiros passos no Brasil em 1988, quando a Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo) e o LNCC (Laboratório Nacional de Computação Científica), no Rio, se conectaram a institutos de pesquisa dos Estados Unidos por meio de uma rede chamada Bitnet, que permitia o envio de correio eletrônico. No ano seguinte a UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro) também se ligou ao sistema.

Na época, o sistema era usado para que os pesquisadores trocassem informações com outros profissionais no exterior – as mensagens eram de texto puro, sem qualquer imagem. Na Fapesp, a conexão tinha 4.800 bits por segundo, ou seja, era possível transmitir 4.800 caracteres a cada segundo.

O primeiro acesso à internet propriamente dita só foi acontecer em 1991, quando a Fapesp começou a transmitir dados por meio do protocolo TCP/IP, que é o padrão nessa rede – o protocolo, usado em todas as conexões à web, permite que as máquinas “falem a mesma língua” e possam trocar informações entre si.

Assim como no resto do mundo, o uso da Bitnet foi gradualmente abandonado, já que a internet despontava como a rede que iria mesmo ligar os computadores de todo o planeta.

Alexandre Grojsgold, diretor de engenharia e operações da RNP (Rede Nacional de Pesquisas), um dos profissionais que acompanhou de perto a implantação da internet no Brasil, diz que a web levou vantagem por ser mais fácil de usar.

– O protocolo TCP/IP garantia uma facilidade para acessar informações e também já havia muitos documentos colocados na rede. Outro diferencial é que você não precisava de muita coordenação, diferentes redes vão se conectando à internet sem que você tenha de tomar muitas providências.

A RNP, aliás, teve um papel importante nesse processo, já que ela foi a responsável por montar a estrutura inicial para o acesso à rede no país, interligando pontos de conexão presentes em Brasília e dez capitais (Belém, Recife, Fortaleza, Salvador, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo, Curitiba, Florianópolis, Porto Alegre). O órgão foi criado em 1989 pelo Ministério da Ciência e Tecnologia.

Mas, até 1995, a internet no Brasil não estava disponível para toda a população. O uso da rede era praticamente restrito às universidades e institutos de pesquisa. Havia apenas algumas brechas, como o Alternex, primeiro sistema de internet operado por uma organização de fora do mundo acadêmico.

O serviço, criado pelo Ibase (Instituto Brasileiro de Análises Sociais e Econômicas), do sociólogo Herbert de Souza (Betinho), oferecia acesso a consumidores e organizações sem fins lucrativos. Foi por meio dessa rede que os participantes da conferência sobre temas ambientais Eco-92, realizada no Rio, puderam acessar a internet em um grande evento pela primeira vez no Brasil

  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: