Início > Vagas de Ti > PROJETO DE ORGANISMO INTERNACIONAL SELECIONA PROFISSIONAL PARA SERVIÇO TEMPORÁRIO

PROJETO DE ORGANISMO INTERNACIONAL SELECIONA PROFISSIONAL PARA SERVIÇO TEMPORÁRIO


Seleção para Serviço Temporário (CÓDIGO BRA/04/051-131)

Formação de nível superior em Ciências da Computação. Envio de currículos até o dia 16/10/2009.

PROJETO DE ORGANISMO INTERNACIONAL SELECIONA PROFISSIONAL PARA SERVIÇO TEMPORÁRIO

(CÓDIGO BRA/04/051-131)

Perfil: formação superior em ciências da computação; experiência e domínio em formação em tecnologias digitais livres para o desenvolvimento de projetos comunitários.

Atividades: pesquisar as necessidades tecnológicas e demandas da Coordenação Geral de Cultura – CGCC; elaborar um plano metodológico de formação em sistemas operacionais livres; elaborar plano de migração de softwares proprietários para softwares livres; acompanhar, elaborar, articular, executar e avaliar o plano de migração da SGCC; acompanhar, articular, executar e avaliar o curso de formação em Softwares Livres aos funcionários; integrar em rede as ações transversais da CGCC; articular a Ação Cultura Digital e Ação Griô na região Norte do país; pesquisar metodologias de formação e articulação com ferramentas livres para os Pontões de Cultura do Norte, estabelecendo articulação entre a Ação Griô e a Cultura Digital; pesquisar e indicar processos de formação, bem como metodológicos processuais na plataforma culturadigital.br e na plataforma que está sendo criada para articular os Pontos de Cultura (pontos.br); documentar o processo de migração, articulação e formação nas plataformas supracitas.

Local de trabalho: Belém-PA, com disponibilidade para viagens.

Os interessados deverão enviar Curriculum Vitae detalhado para o e-mail seaci@cultura.gov.br, até o dia 16/10/2009, indicando, obrigatoriamente, no assunto do e-mail, o código acima.

Em atenção às disposições do Decreto nº 5.151, de 22 de julho de 2004, informamos que estas contratações serão efetuadas mediante processo seletivo simplificado (análise de curriculum e entrevista), sendo exigido dos profissionais a comprovação da habilitação profissional e da capacidade técnica ou científica compatível com os trabalhos a serem executados. “É vedada a contratação, a qualquer título, de servidores ativos da Administração Pública Federal, Estadual, do Distrito Federal ou Municipal, direta ou indireta, bem como de empregados de suas subsidiárias ou controladas, no âmbito dos acordos de cooperação técnica e internacional, ressalvadas as situações previstas no Art. 37, inciso XVI, da Constituição Federal”.

  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: