Início > eletricidade > No-Break e suas baterias – Cuidados necessários

No-Break e suas baterias – Cuidados necessários


Neste artigo vamos conversar um pouco sobre as baterias existentes dentro de um no-break.

Muitos não sabem, mas o tempo de vida de uma bateria, entre outros fatores, dependerá da temperatura de operação do local onde o no-break está instalado. Se o local é quente, a bateria que fica em seu interior estará mais quente ainda, diminuindo assim seu tempo de vida.

As baterias utilizadas nos no-breaks, que são do tipo Gel, podem se estufar ao longo do tempo, quando o no-break é instalado em local demasiadamente quente.

É comum vermos o no-break jogado em um canto, ou instalado em um local sem ventilação, em baixo de um móvel em local fechado e outros locais não apropriados.

Quando estive no mês passado em treinamento  na fábrica da APC, fabricante de No-breaks, observei que o estoque das baterias fica dentro da própria fábrica, um local com temperatura controlada. Elas não são armazenadas em um estoque comum, em temperatura ambiente.

Outro erro comum, no caso dos no-breaks de porte maior, é a necessidade de calibragem do no-break, quando da troca de baterias por baterias novas.

Ao longo do tempo, o processador interno ao no-break vai corrigindo a relação de descarga da bateria, considerando seu tempo de uso e sua degradação. Quando da troca das baterias, uma calibragem é necessária, sendo realizada por empresa certificada pelo fabricante.

No caso dos no-breaks APC, todos os no-breaks superiores aos da linha Smart-UPS, Matrix e Smart-RT necessitam desta calibragem. Sua não realização poderá comprometer o tempo de vida das novas baterias bem como o tempo de autonomia do no-break, em caso de falta de energia elétrica. Nos no-break APC a calibragem é realizada através da conexão do no-break a um computador através de cabo próprio para esta finalidade.


Nas fotos abaixo podemos visualizar um conjunto de baterias de um no-break de 1400VA, que estão visivelmente estufadas. Elas, que deveriam ser de fácil remoção, só conseguiram ser retiradas por mim de dentro do no-break depois da retirada do gabinete externo e mesmo assim deu um grande  trabalho.


Dependendo da rede elétrica onde os equipamentos são ligados, as baterias de um no-break poderão ter vida útil maior ou menor. Em locais onde a rede elétrica apresenta sempre problemas, onde  consequentemente o no-break estará periodicamente utilizando suas baterias internas, a tendência será o tempo um vida menor para as baterias.

Em empresas onde os computadores e servidores não podem parar, e mesmo para pequenas empresas e usuários domésticos recomendo a inspeção visual periódica das baterias. Em grande parte dos no-breaks o acesso as baterias é fácil e pode ser realizado pelo próprio usuário. Bastará seguir os procedimentos existentes no manual do produto.

Devemos verificar visualmente por possíveis deformações nas  partes externas das baterias, sinais de oxidação ou impurezas e outros fatores.


Nas fotos abaixo temos um terminal sujo, em uma bateria que apresenta vazamento em sua área superior. Notem os cantos, da cavidade do lado direito.


Na foto abaixo visualizamos uma bateria com vazamento em sua válvula de segurança localizada na parte superior da bateria. Notem que existe um líquido vazado do interior da bateria

 


 

Uma visão completa da bateria com os dois pontos de vazamento, um a esquerda e outro a direita

 



Nas fotos abaixo visualizamos um no-break modelo para rack, onde suas baterias estufaram possivelmente devido a temperatura ou ter ultrapassado o tempo de troca recomendado pelo fabricante..

O grande problema quando temos baterias estufadas é sua remoção, pois notem que eles estão instaladas dentro de um compartimento metálico (para a proteção contra qualquer problema que possa ocorrer).



Conclusão

Com as fotos que apresentei neste artigo vocês podem  notar que a bateria e consequentemente o no-break requer cuidados, desde seu local de instalação, quanto a realizarmos verificações visuais ao longo do tempo.

De nada adiantará termos um no-break instalado, se na hora da ocorrência de um problema na rede elétrica ele não desempenhar a função a que foi proposto, inclusive se desligando ou inicializando o computador a ele ligado devido a não ter capacidade de proteger o sistema.

Aqui estão então minhas recomendações:

  • Procure deixar o no-break em local com boa ventilação de ar.
  • No mínimo 1 vez por ano realize uma inspeção visual nas baterias, se possível de 6 em 6 meses.
  • A cada 3 meses desligue o no-break da tomada e deixe que sua bateria chegue quase até o fim. este ciclo irá prolongar seu tempo de vida útil, pois normalmente a bateria dos no-breaks são utilizadas por curtos períodos, e dificilmente são totalmente descarregadas.
  • Realize o auto-teste do no-break de modo a garantir seu perfeito funcionamento. O procedimento de auto-teste você encontrará no manual do produto, que poderá ser realizado através do próprio no-break ou através de seu software de gerenciamento.
  • Necessitando de manutenção ou troca de bateria do no-break, encaminhe-o a uma manutenção autorizada. Só adquira as baterias internas em uma manutenção autorizada, onde você terá a certeza de estar adquirindo baterias de boas marcas e procedências.
  • Os no-breaks de maior porte necessitam de calibragem interna, quando da troca das baterias. Sua não calibragem poderá comprometer o tempo de vida útil das baterias bem como o tempo de autonomia do equipamento.
  • Veja no manual do produto o tempo recomendado pelo fabricante para a troca das baterias. Respeite este tempo trocando-as sempre por baterias originais
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: