Arquivo

Archive for the ‘Equipamentos’ Category

Governo quer acabar com imposto para produção de tablets no Brasil.

30 de março de 2011 Deixe um comentário

Paulo Bernardo disse que ao baratear os custos, a ideia é estimular a instalação de novas fábricas no País

Durante uma palestra na Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan), realizada nesta segunda-feira (28/3), o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, informou que o governo está empenhado em zerar o imposto que incide sobre a fabricação de tablets no País e que isso tem grandes chances de acontecer.

O ministro lembrou que hoje existe uma demanda crescente por tablets em todo o mundo e o objetivo com essa desoneração é baratear o custo de produção desses equipamentos e estimular a instalação de novas empresas no Brasil. Ao que tudo indica, a Foxconn – que cuida da produção do iPad – poderia ser uma das beneficiadas. Isso porque, há indícios de que ela estuda a instalação de uma fábrica de equipamentos Apple no interior de São Paulo.

Paulo Bernardo informou que a redução do imposto para produção de tablets não vai exigir a criação de uma lei específica, mas apenas uma nova instrução para a Receita Federal.

Roteadores sem fio.

13 de março de 2011 Deixe um comentário

Discos Blu-ray de 100 GB já estão à venda no Japão

30 de julho de 2010 Deixe um comentário

A capacidade de armazenamento de discos Blu-ray dobrou. Empresas como Sharp, TDK e Verbatim já se preparam para lançar discos que armazenam até 100 gigabytes de dados.

Na sexta-feira (30/7), a Sharp vai começar a vender, no Japão, o primeiro disco Blu-ray com capacidade de 100 GB. O disco VR-100BR1 pode ser gravado apenas uma vez e está em conformidade com a especificação BDXL, que foi anunciada em abril pela Blu-ray Disc Association.

Na semana passada, a TDK anunciou que começaria a vender discos de 100 GB em setembro, de acordo com comunicado da empresa traduzido com ajuda do Google Translate. Na terça-feira (27/7), a empresa de hardware Verbatim anunciou que entregaria discos de 100 GB em 2011.

Os discos Blu-ray vendidos atualmente oferecem capacidades de 25 GB em camada única e de 50 GB em duas camadas. O disco de 100 GB adiciona uma terceira camada de armazenamento, para capacidade extra.

Em teoria, mídias que seguem o formato BDXL seriam capazes de oferecer até 128 GB com uma quarta camada.

Mas as mídias BDXL não funcionarão com os drives de Blu-ray disponíveis hoje – será preciso comprar drives novos. A Sharp também anunciou novos gravadores Blu-ray Aquos BD-HDW700 e BD-HDW70, capazes de gravar dados em discos de 100 GB. Os gravadores também começarão a ser vendidos no Japão em 30/7.

Backups
Os discos Blu-ray são mais conhecidos como meio de distribuição de filmes, mas a Blu-ray Disc Association propõe o uso do BDXL em outras aplicações, como backup de dados e armazenamento de vídeo de alta definição. A associação argumenta que a mídia de alta capacidade não é necessária para filmes, pois 50 GB são suficientes mesmo para filmes de alta definição em 3D criados no formato Blu-ray 3D.

Como os drives DVD+/-RW, os gravadores BDXL poderiam ser utilizados para gravar dados, vídeos e imagens. Os gravadores gravarão os discos a velocidades entre 2x e 4x e poderiam ser utilizados em set-top boxes para gravar transmissões de TV.

A Sharp e a Verbatim disseram que suas mídias de 100 GB terão capas para proteger os dados e prevenir arranhões. Informações sobre preço e distribuição global não foram fornecidas nem pela Sharp, nem pela TDK.

Categorias:Equipamentos, Noticias

Governo dos Emirados Árabes diz que aplicativos do BlackBerry representam risco para a segurança nacional

26 de julho de 2010 Deixe um comentário

Com cerca de 20% de participação no mercado global de smartphones, ficando atrás apenas da Nokia, os smartphones da RIM estão sendo considerados aparelhos de risco para a segurança dos Emirados Árabes Unidos. De acordo com a agência de regulação de telecomunicações do país, certos aplicativos do BlackBerry permitem que as pessoas façam uso indevido do aparelho, causando sérias repercussões sociais e o aparelho estaria operando “além da jurisdição da legislação nacional”.

Em abril, o governo já havia feito um alerta contra o uso do BlackBerry Messenger para distribuição de notícias locais, o que causou comoção na associação Repórteres Sem Fronteiras, que considerou o alerta como um ato de censura.

A RIM teme que  com a atitude dos Emirados Árabes, que disse estudar maneiras para resolver a questão e proteger os consumidores, outros países do Golfo Pérsico também adotem medidas para redução no uso de certos aplicativos do BlackBerry.

Ao mesmo tempo que o país tenta se estabelecer como centro internacional de negócios, o controle do fluxo de informações ainda é grande, com censores em sites e outros meios de comunicação para banirem qualquer informação considerada prejucial para a segurança nacional ou para os valores morais.

Nanostation 2.4Ghz

11 de novembro de 2009 1 comentário

Meu Mais novo Brinquedo

Chegaram ao mercado wireless estes dois produtos produzidos pela Ubiquiti .

Nanostation é um equipamento de plataforma wireless e vem nas freguencias 2.4ghz e 5Ghz , respectivamente como NANOSTATION2 E NANOSTATION5 .

Apesar de parecer frágil , demostra uma versatilidade e eficiencia no uso. Nanostation2 acompanha uma antena de 10dBi integrada e com saída para outra externa.
Pode ser aplicado em ambientes internos e externos como ponto a ponto e
ponto multi ponto .
Alimentado por POE deixando de lado a nescessidade de subir vários cabos a torre.

ESPECIFICACIONES NANOSTATION2

Información del sistema:

Procesador Atheros AR2313 SOC, MIPS 4KC, 180MHz
Memoria 16MB SDRAM, 4MB Flash
Interfaces 10/100 BASE-TX (Cat. 5, RJ-45) Ethernet Interface
Frecuencias de operación 2415 a 2462 MHz.
Potencia de TX 26dBm, +/-2dB
Sensibilidad de RX -97dBm +/-2dB
Datos eléctricos y mecánicos
Antena Integrada 10dBi Dual Pol + External SMA
Alcance en torno a 15 Km
TCP/IP Throughput 25Mbps+
Dimesiones 26.4 x 8 x 3cm
Peso 0,4 kg.
Caja Exterior, Plástico UV estabilizado (Antena) y aluminio tratado (sistema)
Mounting Kit Kit montaje en Mástil incluido
Máximo consumo de energía 6 Watts
Alimentación 12V, 1A (12 Watts). Fuente de alimentación y PoE incluidos
Tipo de Alimentación Passive Power over Ethernet (pairs 4,5+; 7,8 return)
Temperatura operación -40C a 85C (PCB optimizada para alta temp)
Humedad operación 5 a 95% de Condensación
Shock y Vibración ETSI300-019-1.4

ESPECIFICAÇÕES NANOSTATION5

Atheros AR2313 SOC, MIPS 4KC, 180MHz CPU

16MB SDRAM, 4MB Flash Memory

1 X 10/100 BASE-TX (Cat. 5, RJ-45) Ethernet Interface
TX Power 24dBm, +/-2dB
RX Sensitvity -94dBm +/-2dB
Integrated antenna 14dBi Dual Pol + External SMA

Outdoor range over 10km
TCP/IP Throughput 25Mbps
12V, 1A supply and injector included
PoE
Operating Temperature -40C to 85C

Categorias:Rede Com e sem Fio Tags:, , , , , ,

DIFERENÇA ENTRE HUB, SWITCH E ROTEADOR .

11 de novembro de 2009 1 comentário

Pessoal Hoje no serviço me perguntaram sobre o que e  HUB, SWITCH E ROTEADOR .

HUB

HUB , é um equipamento mais utilizado em REDES pequenas (domésticas ), pode ter várias portas para conexão de cabos de rede e periféricos ( 8,16,24,32,48 ). Pelo HUB passam todas as informações enviadas de um computador para outro. Porem toda vez que um computador envia uma menssagem , os demais tem que esperar liberar o sinal para enviar t/bem . Justamente por esse motivo que é usado em pequenas redes .

 

SWITCH

O switch é um aparelho muito semelhante ao hub, mas tem uma grande diferença: os dados vindos do computador de origem somente são repassados ao computador de destino. Isso porque os switchs criam uma espécie de canal de comunicação exclusiva entre a origem e o destino. Dessa forma, a rede não fica “presa” a um único computador no envio de informações. Isso aumenta o desempenho da rede já que a comunicação está sempre disponível, exceto quando dois ou mais computadores tentam enviar dados simultaneamente à mesma máquina. Essa característica também diminui a ocorrência de erros (colisões de pacotes, por exemplo).

Assim como no hub, é possível ter várias portas em um switch e a quantidade varia da mesma forma.

O hub está cada vez mais em desuso. Isso porque existe um dispositivo chamado “hub switch” que possui preço parecido com o de um hub convencional. Trata-se de um tipo de switch econômico, geralmente usado para redes com até 24 computadores. Para redes maiores mas que não necessitam de um roteador, os switchs são mais indicados.

ROTEADORES

O roteador (ou router) é um equipamento utilizado em redes de maior porte. Ele é mais “inteligente” que o switch, pois além de poder fazer a mesma função deste, também tem a capacidade de escolher a melhor rota que um determinado pacote de dados deve seguir para chegar em seu destino. É como se a rede fosse uma cidade grande e o roteador escolhesse os caminhos mais curtos e menos congestionados. Daí o nome de roteador.

Existem basicamente dois tipos de roteadores:

Estáticos: este tipo é mais barato e é focado em escolher sempre o menor caminho para os dados, sem considerar se aquele caminho tem ou não congestionamento;

Dinâmicos: este é mais sofisticado (e conseqüentemente mais caro) e considera se há ou não congestionamento na rede. Ele trabalha para fazer o caminho mais rápido, mesmo que seja o caminho mais longo. De nada adianta utilizar o menor caminho se esse estiver congestionado. Muitos dos roteadores dinâmicos são capazes de fazer compressão de dados para elevar a taxa de transferência.

Os roteadores são capazes de interligar várias redes e geralmente trabalham em conjunto com hubs e switchs. Ainda, podem ser dotados de recursos extras, como firewall, por exemplo.

Noa dias de hoje temos agora Routers Wireless , que alem de ser seguro e proteger sua rede, torna nossa vida muito mais fácil pois não precisamos ficar passando cabos e nos limitarmos a distâncias para fazer essa conexão e deixar sua rede funcionando perfeitamente.