Arquivo

Archive for the ‘Rede Com e sem Fio’ Category

Governo quer acabar com imposto para produção de tablets no Brasil.

30 de março de 2011 Deixe um comentário

Paulo Bernardo disse que ao baratear os custos, a ideia é estimular a instalação de novas fábricas no País

Durante uma palestra na Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan), realizada nesta segunda-feira (28/3), o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, informou que o governo está empenhado em zerar o imposto que incide sobre a fabricação de tablets no País e que isso tem grandes chances de acontecer.

O ministro lembrou que hoje existe uma demanda crescente por tablets em todo o mundo e o objetivo com essa desoneração é baratear o custo de produção desses equipamentos e estimular a instalação de novas empresas no Brasil. Ao que tudo indica, a Foxconn – que cuida da produção do iPad – poderia ser uma das beneficiadas. Isso porque, há indícios de que ela estuda a instalação de uma fábrica de equipamentos Apple no interior de São Paulo.

Paulo Bernardo informou que a redução do imposto para produção de tablets não vai exigir a criação de uma lei específica, mas apenas uma nova instrução para a Receita Federal.

Roteadores sem fio.

13 de março de 2011 Deixe um comentário

Nanostation 2.4Ghz

11 de novembro de 2009 1 comentário

Meu Mais novo Brinquedo

Chegaram ao mercado wireless estes dois produtos produzidos pela Ubiquiti .

Nanostation é um equipamento de plataforma wireless e vem nas freguencias 2.4ghz e 5Ghz , respectivamente como NANOSTATION2 E NANOSTATION5 .

Apesar de parecer frágil , demostra uma versatilidade e eficiencia no uso. Nanostation2 acompanha uma antena de 10dBi integrada e com saída para outra externa.
Pode ser aplicado em ambientes internos e externos como ponto a ponto e
ponto multi ponto .
Alimentado por POE deixando de lado a nescessidade de subir vários cabos a torre.

ESPECIFICACIONES NANOSTATION2

Información del sistema:

Procesador Atheros AR2313 SOC, MIPS 4KC, 180MHz
Memoria 16MB SDRAM, 4MB Flash
Interfaces 10/100 BASE-TX (Cat. 5, RJ-45) Ethernet Interface
Frecuencias de operación 2415 a 2462 MHz.
Potencia de TX 26dBm, +/-2dB
Sensibilidad de RX -97dBm +/-2dB
Datos eléctricos y mecánicos
Antena Integrada 10dBi Dual Pol + External SMA
Alcance en torno a 15 Km
TCP/IP Throughput 25Mbps+
Dimesiones 26.4 x 8 x 3cm
Peso 0,4 kg.
Caja Exterior, Plástico UV estabilizado (Antena) y aluminio tratado (sistema)
Mounting Kit Kit montaje en Mástil incluido
Máximo consumo de energía 6 Watts
Alimentación 12V, 1A (12 Watts). Fuente de alimentación y PoE incluidos
Tipo de Alimentación Passive Power over Ethernet (pairs 4,5+; 7,8 return)
Temperatura operación -40C a 85C (PCB optimizada para alta temp)
Humedad operación 5 a 95% de Condensación
Shock y Vibración ETSI300-019-1.4

ESPECIFICAÇÕES NANOSTATION5

Atheros AR2313 SOC, MIPS 4KC, 180MHz CPU

16MB SDRAM, 4MB Flash Memory

1 X 10/100 BASE-TX (Cat. 5, RJ-45) Ethernet Interface
TX Power 24dBm, +/-2dB
RX Sensitvity -94dBm +/-2dB
Integrated antenna 14dBi Dual Pol + External SMA

Outdoor range over 10km
TCP/IP Throughput 25Mbps
12V, 1A supply and injector included
PoE
Operating Temperature -40C to 85C

Categorias:Rede Com e sem Fio Tags:, , , , , ,

DIFERENÇA ENTRE HUB, SWITCH E ROTEADOR .

11 de novembro de 2009 1 comentário

Pessoal Hoje no serviço me perguntaram sobre o que e  HUB, SWITCH E ROTEADOR .

HUB

HUB , é um equipamento mais utilizado em REDES pequenas (domésticas ), pode ter várias portas para conexão de cabos de rede e periféricos ( 8,16,24,32,48 ). Pelo HUB passam todas as informações enviadas de um computador para outro. Porem toda vez que um computador envia uma menssagem , os demais tem que esperar liberar o sinal para enviar t/bem . Justamente por esse motivo que é usado em pequenas redes .

 

SWITCH

O switch é um aparelho muito semelhante ao hub, mas tem uma grande diferença: os dados vindos do computador de origem somente são repassados ao computador de destino. Isso porque os switchs criam uma espécie de canal de comunicação exclusiva entre a origem e o destino. Dessa forma, a rede não fica “presa” a um único computador no envio de informações. Isso aumenta o desempenho da rede já que a comunicação está sempre disponível, exceto quando dois ou mais computadores tentam enviar dados simultaneamente à mesma máquina. Essa característica também diminui a ocorrência de erros (colisões de pacotes, por exemplo).

Assim como no hub, é possível ter várias portas em um switch e a quantidade varia da mesma forma.

O hub está cada vez mais em desuso. Isso porque existe um dispositivo chamado “hub switch” que possui preço parecido com o de um hub convencional. Trata-se de um tipo de switch econômico, geralmente usado para redes com até 24 computadores. Para redes maiores mas que não necessitam de um roteador, os switchs são mais indicados.

ROTEADORES

O roteador (ou router) é um equipamento utilizado em redes de maior porte. Ele é mais “inteligente” que o switch, pois além de poder fazer a mesma função deste, também tem a capacidade de escolher a melhor rota que um determinado pacote de dados deve seguir para chegar em seu destino. É como se a rede fosse uma cidade grande e o roteador escolhesse os caminhos mais curtos e menos congestionados. Daí o nome de roteador.

Existem basicamente dois tipos de roteadores:

Estáticos: este tipo é mais barato e é focado em escolher sempre o menor caminho para os dados, sem considerar se aquele caminho tem ou não congestionamento;

Dinâmicos: este é mais sofisticado (e conseqüentemente mais caro) e considera se há ou não congestionamento na rede. Ele trabalha para fazer o caminho mais rápido, mesmo que seja o caminho mais longo. De nada adianta utilizar o menor caminho se esse estiver congestionado. Muitos dos roteadores dinâmicos são capazes de fazer compressão de dados para elevar a taxa de transferência.

Os roteadores são capazes de interligar várias redes e geralmente trabalham em conjunto com hubs e switchs. Ainda, podem ser dotados de recursos extras, como firewall, por exemplo.

Noa dias de hoje temos agora Routers Wireless , que alem de ser seguro e proteger sua rede, torna nossa vida muito mais fácil pois não precisamos ficar passando cabos e nos limitarmos a distâncias para fazer essa conexão e deixar sua rede funcionando perfeitamente.