Arquivo

Posts Tagged ‘blog’

Blogueira proibida de deixar Cuba

15 de outubro de 2009 Deixe um comentário

A cubana Yoani Sánchez, responsável pelo blog Generación Y, postou nesta quarta-feira um protesto quase cifrado em sua página depois de ter sido impedida de sair do país para receber o prêmio Maria Moors Cabot, concedido pela Universidade de Columbia (Estados Unidos).

Esta é a quarta vez em que Sánchez tem sua saída de Cuba vetada pelas autoridades locais. Na sua postagem de hoje, intitulado “Lecciones de biología” (“Lições de Biologia”, em tradução livre), a blogueira exibe uma fotografia do escritório de Imigração cubano.

“Máquinas de bypass que se desligam, prantos de bebê que ressonam. Sinais que caem sobre as folhas para negar e censurar; kilobytes que levam minha voz pela Internet sem necessidade de me mover. Alguém que me olha carrancudo enquanto fala pelo walkie-talkie do controle”, diz uma versão do blog de Sánchez traduzida para o português.

“Um pássaro chamado Twitter me alça entre suas patas. Escritórios com gente uniformizada que confirma ‘você não pode viajar no momento’, se bem que já estou a milhares de quilômetros daqui, nesse mundo virtual que eles não podem compreender nem cercar”, termina o lacônico comentário de hoje no Generación Y.

O marido de Sánchez, Reinaldo Escobar, disse à Agência Efe na segunda-feira que a blogueira tinha planejado viajar para os Estados Unidos para receber o prêmio Maria Moors Cabot, mas uma funcionária do Governo cubano informou a ela que não tinha permissão para sair da ilha.

Sánchez, de 34 anos, foi convidada para a cerimônia de premiação na Escola de Jornalismo da Universidade de Columbia, marcada para hoje em Nova York.

“Ela expôs à funcionária que queria que lhe explicassem quais eram os motivos, por que lhe negavam a saída do país, mas só foi informada de que não teria a permissão por enquanto”, disse Escobar.

Sánchez levou à entrevista fotocópias das negativas anteriores e mostrou o convite da Universidade de Columbia e outro que recebeu do Senado brasileiro para uma conferência e a apresentação de seu livro. O jornalista Merval Pereira, colunista do jornal carioca O Globo, também recebeu o prêmio Maria Moors Cabot neste ano.

Twitter o Que é ?

9 de outubro de 2009 Deixe um comentário

Twitter é uma rede social e servidor para microblogging que permite aos usuários que enviem e leiam atualizações pessoais de outros contatos (em textos de até 140 caracteres, conhecidos como “tweets”), através da própria Web, por SMS e por softwares específicos instalados em dispositivos portateis como o Twitterberry desenvolvido para o Blackberry.

As atualizações são exibidas no perfil do usuário em tempo real e também enviadas a outros usuários que tenham assinado para recebê-las. Usuários podem receber atualizações de um perfil através do site oficial, RSS, SMS ou programa especializado. O serviço é grátis na internet, mas usando SMS pode ocorrer cobrança da operadora telefônica.

Desde sua criação em 2006 por Jack Dorsey, o Twitter ganhou extensa notabilidade e popularidade por todo mundo. Algumas vezes é descrito como o “SMS da Internet”.

A estimativa do número de usuários varia, pois a empresa não informa o número de contas ativas. Em novembro de 2008, Jeremiah Owyang estimou que o Twitter tenha de 4 a 5 milhões de usuários.[3] Em maio de 2009, um estudo analisou mais de 11 milhões e meio de contas de usuários.

Em Fevereiro de 2009 o blog “Compete.com” elegeu o Twitter em terceiro lugar como rede social mais usada (Facebook em primeiro lugar, seguido do MySpace).

Devido ao sucesso do Twitter, um grande número de sites parecidos foram lançados ao redor do mundo. Alguns oferecem o serviço para um país específico, outros unem outras funções, como compartilhamento de arquivos que era oferecido pelo Pownce.

Um estudo da Universidade de Harvard concluiu que apenas 10% dos usuários produzem 90% do conteúdo.[6]

Índice

  • 1 Usos e manifestações sociais
  • 2 Publicidade
  • 3 Perfil do usuário brasileiro
  • 4 Críticas ao Twitter
  • 5 Referências
  • 6 Ver também
  • 7 Ligações externas

Usos e manifestações sociais

Em março de 2009, o Twitter foi uma das principais ferramentas de divulgação do Pillow Fight Day – uma guerra pública de travesseiros acontecida em várias cidades do mundo. São Paulo, Brasília, Santos, Fortaleza, Araraquara, Belém, Belo Horizonte, Bragança Paulista, Campo Grande, Curitiba, Florianópolis, Goiânia, Guarulhos, Manaus, Natal, Porto Alegre, Rio de Janeiro, Recife, Ribeirão Preto, Salvador, Santa Maria, São João Del Rei, São Luís, Sorocaba, Uberlândia e Vitória foram algumas cidades brasileiras em que houve a manifestação. Adquiriu destaque na mídia o uso do Twitter durante as manifestações ocorridas na Moldávia no início de 2009, em que os jovens organizaram-se por meio dessa ferramenta da web 2.0. A ferramenta também esteve presente no debate político e na movimentação da oposição durante as eleições presidenciais no Irã em 2009.

Publicidade

O Twitter também tem sido constantemente utilizado por grandes empresas para a divulgação de suas marcas, através de constantes atualizações, sempre ligando o “consumidor” a uma página onde possa encontrar mais informações sobre o serviço ou produto oferecido. Além disso, o Twitter tem se mostrado um ótimo instrumento para o fortalecimento das marcas no ambiente virtual, pois agrega seguidores que recebem as atualizações enviadas pelas empresas, porém ainda é uma ferramenta que deve ser melhor explorada para esse fim.

No artigo publicado em 14 de abril de 2009, no The New York Times, a jornalista Claire Cain Miller afirmou que a utilidade mais produtiva do Twitter tem sido para aquelas empresas que desejam ouvir os clientes e oferecer reações imediatas às opiniões deles. A Dell, por exemplo, percebeu que os clientes estavam reclamando de que o apóstrofo e as teclas de retorno estavam próximas demais no laptop Dell Mini 9. O problema foi reparado. Na Starbucks, os clientes costumavam reclamar deixando notas em uma caixa de sugestões. Agora, eles podem também enviar a reclamações ou sugestões via Twitter.

No Brasil, o destaque da mídia para ações publicitárias no Twitter tem sido para a venda de um apartamento realizada pela construtora Tecnisa. O perfil da empresa no Twitter foi criado em 20 de fevereiro de 2008, mas, somente em 13 de julho de 2008, começou a ser utilizado para uma divulgação. Tratava-se do lançamento do Acquaplay, em Santos.

Em 23 de fevereiro de 2009, Romeo Bussarello, diretor de Marketing da empresa chegou a afirmar: “usamos para comunicar lançamentos e novidades (…) Tenho consciênciade que não vou vender um apartamento via Twitter.” Porém, cerca de 4 meses depois, a construtora concluiu a primeira venda por meio do Twitter. A promoção realizada na rede social oferecia R$2.000,00 em vale-compras, além de armários e cozinhas planejados, somente para as compras geradas por meio desta forma de contato. A oferta levou o consumidor a efetivar a compra de uma unidade de três suítes no empreendimento Verana, localizado no Alto da Lapa, em São Paulo, ao custo de R$ 500 mil.“Provavelmente este é o produto mais caro vendido pelo Twitter no mundo. E, com certeza, é a primeira venda concretizada por uma empresa do segmento da construção civil, utilizando redes sociais. Esta conquista inédita fortalece nossa estratégia de divulgação on-line dos imóveis. Afinal, conseguimos um excelente resultado com um baixo investimento”, afirmou Busarello.

Recentemente foi divulgado que o Twitter, o Google e a Microsoft podem entrar em um acordo para que os twitters postados diariamente pelos milhões de usuários da rede social, apareçam nos resultados dos buscadores, tanto do Google, quanto da Microsoft, no caso o Bing. O Yahoo também pode vir a fazer parte desse acordo. O Twitter receberia uma quantidade em dinheiro em troca, porém a notícia ainda não foi confirmada oficialmente.

Perfil do usuário brasileiro

De acordo com uma pesquisa realizada pela agência Bullet, a maioria (61%) dos usuários do Twitter no Brasil é composta por homens na faixa de 21 a 30 anos, solteiros, localizados nos estados São Paulo e Rio de Janeiro. Na maior parte, são pessoas com ensino superior completo e renda mensal compreendida entre R$ 1001 e R$ 5000.

Ainda segundo a pesquisa, esse público gasta cerca de 50h semanais conectados à internet. Cerca de 60% dele é considerado formadores de opinião: possuem um blog; conhecem a ferramenta através de amigos ou posts em outros blogs.

Sobre o uso da ferramenta por empresas, a pesquisa informa um cenário muito favorável. A maioria (51%) dos usuários consultados disseram achar interessantes os perfis corporativos, desde que sejam utilizados com relevância. Aproximadamente 50% dos usuários nunca participaram de ações promocionais. Ainda assim, consideram uma experiência interessante. Cerca de 30% já participaram de alguma ação publicitária e 70% seguem ou já seguiram algum perfil corporativo. Na pesquisa, foram consultados 3268 brasileiros por meio do site da Bullet e o Migre Me, no período de 27 a 29 de abril de 2009.

Críticas ao Twitter

Algumas empresas mundiais e brasileiras estão proibindo o uso do twitter, pois a limitação de 140 caracteres é supostamente prejudicial para um jornalismo e qualidade. Alem disso, o escritor, roteirista, jornalista, dramaturgo e prêmio Nobel de Literatura José Saramago fez uma dura crítica ao twitter dizendo: “Os tais 140 caracteres reflectem algo que já conhecíamos: a tendência para o monossílabo como forma de comunicação. De degrau em degrau, vamos descendo até o grunhido.

Caso queira me Seguir No Twitter e http://twitter.com/jmsalles

Referencia Wikipedia

Fórum de Mídia Livre

7 de outubro de 2009 Deixe um comentário

Fórum de Mídia Livre

O Fórum de Mídia Livre (FML) e o Fórum dos Pontos de Cultura do Rio de Janeiro convidam todos os Pontos de Cultura, midialivristas e ativistas cariocas para a Conferência Livre de Comunicação para a Cultura, a ser realizada no dia 10 de outubro (sábado), das 12h as 18h, no Auditório da CPM da Escola de Comunicação da UFRJ (Praia Vermelha).

Fruto das propostas da I Conferência Livre de Comunicação para a Cultura realizada em setembro desse ano em Recife, o evento tem como objetivo mobilizar, debater e encaminhar propostas para a I Conferência de Comunicação (CONFECOM) em dezembro de 2009 e para a Conferência de Cultura, em 2010 tendo como foco as demandas dos Pontos de Cultura e midialivristas do Rio de Janeiro.

Comunicação é um direito nosso.
Participe e contribua para mudar o cenário da comunicação no Brasil!

Eixos das Propostas para a Confecom

Eixo 1: Produção de Conteúdo
Eixo 2: Meios de Distribuição
Eixo3: Cidadania, Direitos e Deveres

Metodologia

A conferência será organizada com os participantes reunidos em 3 Grupos de Trabalho (GTs) em torno dos 3 eixos da Confecom e ao final as propostas de cada GT serão sistematizadas e aprovadas em Plenária.

Documentos de base para o Debate: http://www.trezentos.blog.br/?p=3151 e http://www.rioproconferencia.com.br/

Antes da Plenária, as 12h, exibição do filme ”Rip: um manifesto remixado” (http://www.ripremix.com/),que trata da questão do direito autoral e novas tecnologias de produção musical e audiovisual.

Apoio:

Conferência Livre de Comunicação para a Cultura, dia 10 de outubro, sábado, das 12h as 18h, Local: Auditório da CPM da ECO-UFRJ (Campus da Praia Vermelha), Av. Pasteur, 250 fundos (entrada ao lado do Hospital Philippe Pinel)

Como chegar: http://www.pontaodaeco.org/node/88

Mais informações: pontao.eco@gmail.com, Tel. 3873-5076 e 39735067

Twitter terá versão em português em 2010

5 de outubro de 2009 Deixe um comentário

O site de microblogs Twitter terá uma versão traduzida para o português até o início de 2010, informou seu cofundador Evan Williams na sexta-feira (2) ao jornal “Valor Econômico”.

Atualmente, o Twitter está traduzido apenas para outra língua além do inglês, o japonês, apesar de 60% dos usuários serem de fora dos Estados Unidos.

Em setembro, o grupo de pesquisa norte-americano Web Ecology, que mapeou uma amostra de 1 milhão de mensagens no site Twitter, havia indicado que a língua portuguesa é a segunda mais usada.

Williams afirmou também que já veio ao Brasil –um dos cinco primeiros na lista dos maiores usuários do Twitter– quando estava à frente do Blogger, uma das primeiras ferramentas de blogs.

O anúncio foi feito após uma apresentação no congresso da ONA (Online News Association), em São Francisco, nos Estados Unidos.

EUA obrigam blogueiros a identificar “post pago” Mais uma repressão na rede

5 de outubro de 2009 Deixe um comentário

A partir de dezembro, blogueiros, tuiteiros e marqueteiros on-line dos Estados Unidos terão que contar aos consumidores quando forem pagos ou receberem presentes e outros brindes para escrever resenhas positivas ou posts promocionais. Foi o que determinou o órgão regulador federal do país nesta segunda-feira (5). As informações estão no diário norte-americano “The Wall Street Journal”.

A Comissão Federal de Comércio (FTC, na sigla em inglês) lançou hoje as diretrizes voltadas aos blogueiros e aos demais escritores on-line acerca da responsabilidade civil sobre o post pago.

A agência revelou um esboço da proposta no ano passado –algo que estimulou o debate entre a comunidade blogueira sobre quanto de informação os escritores que fazem propaganda devem fornecer, quais seriam as regras éticas que, caso fosse necessário, eles deveriam seguir.

“O fato é que, se alguns estão sendo pagos para escrever resenhas sobre um produto, seus leitores merecem saber”, escreveu um blogueiro que assina o blog The Marketing Mama, na tarde desta segunda. “Eu acho que isso dará muito mais clareza para os blogueiros e seus leitores.”

Enquanto decisões sobre possíveis violações seriam consideradas com base em cada caso, informou a agência, “o post de um blogueiro que recebe dinheiro ou outro tipo de pagamento para escrever um produto é considerado um endosso” e exigiria um texto revelando isso aos leitores.

Faz quase 30 anos desde que a FTC atualizou, pela última vez, suas diretrizes de aprovação, que são desenvolvidas para ajudar publicitários e marqueteiros a se guiarem em casos de violações ao Ato FTC que, por sua vez, é uma legislação proíbe práticas comerciais fraudulentas e enganosas nos EUA. Blogueiros e outros marqueteiros que violarem o Ato FTC podem ser multados em até US$ 11 mil.

As diretrizes tentam fazer com que fique claro o que representa uma conexão entre a companhia e o blogueiro, ou quaisquer outros tipos de escritores on-line. A agência não informou que um blogueiro não pode fazer propaganda de um item. Todos os pagamentos, entretanto, devem ser informados, e falsos anúncios serão considerados uma violação à lei.

A nova decisão começa a vigorar no dia 1º de dezembro.